Um dos fatos que está em debate na contemporaneidade e a não observância do meio ambiente em consideração ao desenvolvimento econômico. Os produtores brasileiros estão se baseando apenas em ganhos e lucros, e vem se  esquecendo  que para boa produtividade deve preservar a natureza,em bom estado para que no futuro conseguirem  utilizar os mesmos recursos materiais e energéticos para produzir.

Diante disso o avanço econômico não pode ser logicamente  considerado um fim de si mesmo tendo ainda sobre tudo a qualidade de vida futura e sua própria vida, sendo a vida o maior valor de todos.

Com isso o Brasil de frente a situação ambiental e econômica tem se o setor da economia ambientalmente amigável, tendo este representação de 6% de todo emprego do Brasil.

Ainda no que se trata de mudanças para preservar mais o meio ambiente, a de se falar de uma nova organização internacional, momento este que reacendeu o debate sobre a possibilidade de um New Deal Ambiental, ou seja, um programa de parceria entre os setores públicos e privados que reoriente a economia global em direção a sustentabilidade financeira e ambiental, como foco no bem esta das próximas gerações.

 

Fonte: Observatório da Imprensa